fonte da imagem:http://brunorocha.com.br/portal/pca-persistencia-de-canal-arterial/

O canal arterial é um vaso sanguíneo que comunica a artéria pulmonar e a artéria aorta no feto. Sua função é garantir a circulação sanguínea e oxigenação do bebê durante a gravidez.

Este canal costuma fechar cerca de 12 a 15 h depois do nascimento. Isto acontece porque a circulação sanguínea do bebê muda de padrão após nascer. Em alguns casos, principalmente em bebês prematuros, o fechamento océ um pouco mais tardio. Quanto mais imaturo o bebê, mais demorará para fechar.

Qual o problema do canal arterial que permanece aberto?

A persistência do canal arterial pode provocar sintomas, como sopro, piora do quadro respiratório e aumento da freqüência cardíaca.

Os sintomas dependerão do tamanho do canal e do fluxo que passa por ele…

Esta comunicação sanguínea representa a manutenção do padrão de circulação fetal. Como o canal acaba “roubando” fluxo sanguíneo o restante do corpo do bebê acaba recebendo menos sangue oxigenado. Estes nenês prematuros têm mais chance de apresentarem complicações intestinais (enterocolite necrosante) e pulmonares (broncodisplasia). 

Por isso é importantíssima a avaliação do coração e do canal arterial por meio de eco cardiograma nos bebês prematuros.

O tratamento do canal arterial que provoca sintomas no bebê pode ser clínico ou cirúrgico. Quem define se existe indicação de tratamento e qual o tratamento é requerido é o médico intensivista neonatal e o cardiologista pediatra.  

Manual do Nenê

Referências

  • http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0021-75572005000800003
  • http://www.me.ufrj.br/portal/images/stories/pdfs/neonatologia/persistencia_do_canal_arterial.pdf
  • http://www.bibliomed.com.br/bibliomed/books/livro9/cap/cap18.htm
  • http://slideplayer.com.br/slide/284505/

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA